Ypiranga vence por WO

O futebol brasileiro está cada vez mais varzeano, tirando os grandes clubes o resto sofre para continuar vivendo. Neste sábado, o Canarinho viajou para Mogi das Cruzes para enfrentar o Mogi Mirim. Porém, a partida entre as duas equipes não aconteceu. Isso porque, os jogadores do clube paulista se recusaram a entrar em campo após não terem nem almoçado e terem salários atrasados, de pelo menos, cinco meses.

O meia experiente Christian, que já passou pela Ponte Preta, Corinthians e outros grandes clubes do futebol brasileiro foi entrevistado pela Rádio Erechim e comentou sobre o atual momento do Mogi Mirim. Relatou que os jogadores mais jovens estão a cerca de sete meses sem receber seus vencimentos. Além disso, outros estão com atrasos de quatro, três e cinco meses. Também os atletas ficaram sem almoço hoje no refeitório.

Com a desistência por WO, o Mogi deve ficar, pelo menos, dois anos sem atuar em competições organizadas pela CBF. O julgamento deve acontecer nos próximos dias. E receberá uma multa que girará em torno dos 100 mil reais.  Com isso, já temos o primeiro clube rebaixado na Série C.

O resultado deixa o Ypiranga de Erechim na liderança momentânea da rodada. No entanto, ainda falta quatro jogos no seu grupo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *