Gauchão: Novo Hamburgo 0 x 3 Inter

Em tarde dos zagueiros, Inter impõe mais uma derrota ao atual campeão gaúcho

No segundo jogo da temporada, o técnico Odair Hellmann mandou a campo um time descaracterizado em relação à estreia. O gramado encharcado e pesado prejudicou o desempenho da partida. Contudo, os jogadores não pouparam em se atirar e distribuíram carrinhos. Em campo, o Inter, apesar do rodízio promovido pelo treinador, mostrou tranquilidade e dominou a partida. O gol não demorou a sair. Aos 17 minutos, com cabeceio de Thales após cobrança de escanteio de Nico López. Apostando nos cruzamentos, o time da casa abusou das jogadas de bola aérea, principalmente em laterais. Na primeira etapa o goleiro colorado só trabalhou uma vez, em chute rasteiro de Assis, que defendeu esquisito e cedeu escanteio. Além disso, Conrado foi empurrado por Roger aos 32 minutos, mas Anderson Farias nada marcou.

Em desvantagem no placar, o Nóia voltou do intervalo determinado a vencer a partida. O técnico Beto Campos adiantou a marcação e começou a jogar no campo do Inter. Entretanto, o time não conseguia ser efetivo nas jogadas e pouco produziu ofensivamente, melhor para colorado, que em outra bola parada ampliou o placar do jogo. Novamente um zagueiro marcou, desta vez foi Danilo Silva. Aos 28 minutos, Edenílson cobrou escanteio na cabeça do defensor, que superou a marcação e estufou as redes. O Inter ainda marcou mais um. Aos 33, William Pottker cruzou com perfeição na cabeça de Nico, que garantiu o resultado.

Na próxima rodada o Novo Hamburgo vai ao Passo D’areia, enfrentar o São José. Enquanto o Inter sobe a serra, para enfrentar o Caxias.

Foto: Agência Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *