Sulista entrevista: Michel Neves

Campeão da Libertadores e do Mundo, com o Inter,  em 2006, Michel encerrou a carreira de jogador. Mas continua envolvido com futebol. O ex-atleta agora estará do lado de fora dos gramados.

Após uma carreira vitoriosa, dentro do campo, Michel embarca em uma “nova fase da carreira”, com o desafio de ser auxilar técnico do treinador Carlos Moraes,  no Grêmio Bagé.

O Sulista FC conversou com Michel Neves, para saber de sua expectativa, que exalta a vontade do jalde-negro em ter um projeto ambicioso para colocar o time na vitrine. Também falou de sua satisfação em trabalhar junto com Carlos Moraes. “Dessa geração de treinadores do Rio Grande do Sul, ele é o melhor disparado”, avaliou o auxilar.

Questionado se já tinha em mente o que fazer depois do término da carreira de jogador, Michel afirma que pretendia continuar no meio futebolístico. Mas estava no aguardo de um convite para trabalhar em alguma função.

A aceitação do convite para trabalhar no jalde-negro se deu em razão do projeto do clube e pela tradição no futebol. “O Bagé é um clube de muita tradição de uma torcida apaixonada. Tem um presidente que realmente está mudando o  clube, com um pensamento e um projeto muito bacana. Por isso aceitei o convite de trabalhar no Grêmio Bagé”, destaca Neves.

Segundo o ex-jogador, a comissão técnica está pensando em acesso, como um dos principais objetivos da agremiação, e explica que o elenco está realizando uma pré-temporada com bastante entrega, para alcançar o objetivo. “Temos sim que pensar sempre no acesso , esse é o foco esse é objetivo. Estamos nos preparando muito forte com muita dedicação, entrega e comprometimento, pra fazer uma grande campanha na competição”, completa Michel.

Foto: Jornal Minuano – Bagé

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *