Sulista Entrevista: Wellington Monteiro

O Lajeadense confirmou na última semana, uma grande contratação para a divisão de acesso deste ano. O experiente volante Wellington Monteiro, 39 anos, campeão mundial com o Internacional, chega para ser uma das principais referências do elenco. O jogador estava no Francisco Beltrão disputando a primeira divisão do campeonato paranaense.

Monteiro já treina com o restante do grupo Alviazul desde terça-feira passada. Com isso, logo deve fazer a sua estreia com a camisa do time gaúcho.

O site Sulista FC entrevistou o atleta. Confira a entrevista.

Sulista FC: Você começou o ano jogando no Francisco Beltrão. Teve algum motivo para sua saída de lá no meio do campeonato? 

Monteiro: Então, estava no União desde 2016, onde conquistei dois acessos. Mas, chegou um momento que temos que decidir nossa vida. E a minha decisão foi essa de voltar a terra Gaúcha. Quando pintou a oportunidade não pensei duas vezes. Porém, aconteceu algumas coisas lá que não convém dizer. Até porque tenho os meus princípios e não abro mão de jeito nenhum. Desde o dia que o Adilson, coordenador do Lajeadense, me ligou não pensei duas vezes. E ter uma oportunidade dessa com 39 anos cheio de vontade de jogar e com um prazer imenso.

Sulista FC: Você falou em vontade. O que te motiva a continuar jogando profissionalmente? 

Monteiro: É o prazer, as vezes eu falo isso e muito gente não acredita. É aquela mesma motivação e prazer de quando eu jogava na rua quando moleque. Por isso, que eu vou continuar jogando até quando der. E ao se aposentar vou seguir jogando as peladas , porque não vou parar de jogar.

Sulista FC: Como tu avalia teu futebol hoje? Com a experiência… 

Monteiro: A única coisa é que não temos mais aquele pique lá né. Mas, não significa que deixamos de correr, não pelo contrário. Usamos mais a mente, a inteligência. Hoje, já sei os atalhos e amadureci muito nisso. Até porque, ninguém esquece como jogar futebol. Na realidade, o futebol não mudou muita coisa só ficou mais dinâmico. Porém, o futebol brasileiro hoje quem faz a diferença são os experientes, que já conhecem o atalho. E outra, panela velha é que faz comida boa.

Sulista FC: O que mudou na tua vida depois do título Mundial com o Internacional? 

Monteiro: O que mudou foi o respeito. Você é mais respeitado e tem mais prestígio. Isso não quer dizer, que somos os melhores. Mas, a palavra-chave é respeito.

Sulista FC: Para finalizar, o que que você achou do Grupo de atletas do Lajeadense? 

Monteiro: O grupo é espetacular. É um grupo jovem é a garotada está querendo. E também a comissão técnica com o Daniel Franco. Um profissional muito bem atualizado, conhece futebol e que vai fazer história também. É claro que é muito cedo, mas o clube é bom. As pessoas são excelentes da direção, da presidência. Não podemos reclamar de nada.

 

Lajeadense negocia com Wellington Monteiro

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *