Acesso: Brasil 0 x 0 União

Em jogo típico da divisão de acesso, Brasil de Farroupilha e União Frederiquense ficaram no empate em 0 a 0 no Estádio das Castanheiras. A partida foi muito movimentado e com boas oportunidades para as duas equipes que esbarraram no último passe e também na finalização com qualidade.

O início de jogo foi eletrizante com as duas equipes querendo abrir o marcador e somar os primeiros pontos na competição. A primeira finalização veio através dos visitantes. Aos nove minutos, Fischer tocou para Alex Júnior, que na entrada da área, chutou cruzado e quase marcou. A resposta do time da Serra veio logo depois. Gustavo Moura, de longe, finalizou com muita categoria e a bola estourou no poste do goleiro William Lago. Após o começo lá e cá, a partida ficou mais estudada no meio de campo e com muitas faltas. Aos 28 minutos, Marcos Rhoden recebeu toque de Fischer e soltou a bomba por cima do gol do Brasil. Nos minutos finais, o duelo voltou a ficar elétrico. No entanto, os dois clubes falhavam no último passe.

Após o intervalo, o panorama continuou o mesmo da primeira etapa. Isso quer dizer, com o Brasil mais recuado e com o União usando muito as pontas para buscar a abertura do placar. E por muito pouco, o Leão do Planalto não chegou ao primeiro tento. Joãozinho chutou cruzado e Fischer não alcançou a bola para botar nas redes do Brasil. A pressão dos visitantes aumentou ainda mais. O centroavante Fischer recebeu na entrada da área e arriscou. A bola foi na rede pelo lado de fora. Em apenas 15 minutos de etapa, o jogo já acumulava 5 chutes para a meta, sendo três do União e dois do Brasil. A partir dos 23 minutos, os mandantes começaram a tomar conta da partida e criar lances de perigo. A melhora na partida veio com as mudanças do técnico Fernando Agostini e a entrada do meia Júlio César no lugar de Schumacher. Porém, o triunfo esbarrou na finalização. Nos últimos minutos, os jogadores sentiram muito a questão física e a partida ficou mais lenta. Já nos acréscimos, o União teve um contra-ataque com superioridade numérica. Mas, o atacante Athan parou no goleiro Gian, do Brasil de Farroupilha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *