Gauchão: São José 1 x 1 Brasil

Emoção é a palavra que define a segunda semi-final do gauchão, que teve os dois gols marcados nos acréscimos

A partida foi de contrastes. Do lado alviazul teve muita entrega do time em campo, do lado xavante não foi uma jornada exitosa. Contudo, o que se viu em campo foi um belo jogo de futebol, com muitas oportunidades de gol, os ataques também não estavam inspirados.

Apesar da pouca inspiração ao ataque, quem finalizou primeiro foi o time visitante. Em cobrança de falta, Robério surpreendeu Fábio, ao bater direto a gol. A partir dos 12 minutos o zeca tomou o controle da partida, iniciando uma pressão em cima do xavante, que soube se defender e sair em perigo nos contra-ataques. Era um jogo franco, mas as equipes não conseguiam colocar a bola na rede. Aos 15 minutos, em contra-ataque, Márcio Jonathan achou Kelvin livre. O jogador finalizou para fora. O rubro-negro respondeu a altura. Mossoró arrancou bem e passou por dois marcadores. O meia rolou para Calyson, que de primeira, chutou com perigo a gol. Quando o primeiro tempo parecia se encaminhar para um empate, Mossoró derrubou Dudu Mandai na área. O árbitro não teve dúvidas e assinalou penalidade máxima. O goleiro Fábio converteu a cobrança e colocou o São José em vantagem.

Na volta do intervalo o zeca manteve a pressão no time visitante. Logo no primeiro minuto Marcelo Pitol teve que fazer grande defesa, em cabeceio contra de Leandro Camilo. O goleiro ainda faria outros dois milagres, evitando um placar mais elástico. O Brasil não se encontrou em campo. Somente após algumas mudanças de Clemer, o xavante conseguiu levar perigo à meta do zeca. Aos 40 minutos Alisson Farias entrou na área adversária a dribles e foi derrubado. Mas o árbitro nada marcou e ainda aplicou um cartão amarelo para o meia, por simulação. Mesmo jogando pior, o xavante alcançou o empate, e nos acréscimos. Ednei, cruzou na área e a zaga não afastou a bola. Héverton se aproveitou do vacilo e completou para as redes. O improvável aconteceu e o time de Pelotas arrancou um empate em Porto Alegre.

Como o regulamento não prevê gol qualificado nas semis, zeca e xavante jogarão por uma vitória simples na próxima quarta, no Bento Freitas, às 19h.

Foto: Jonathan Silva/GEB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *